Segunda-Feira, 13 de julho de 2020 Nossa história      

Notícias

Sussuapara segue com ações de prevenção ao Coronavírus

As medidas visam evitar o surgimento de casos da Covid-19 no município

Data de Publicação: 07/04/2020

Por meio de ações coordenadas com as secretarias, a Prefeitura de Sussuapara tem dado sequência às várias ações de prevenção de contágio do novo Coronavírus (Covid19). O prefeito Edvardo Rocha e o vice-prefeito e secretário de Saúde, Naerton Moura, estão à frente dos trabalhos realizados por equipes multiprofissionais.

Na manhã de hoje, dia 07, foi iniciada a pulverização manual para higienização e desinfecção de locais públicos e de uso comum, com a utilização de uma mistura de água com Hipoclorito de Sódio. Para o trabalho está sendo utilizado pulverizador costal, que permite uma aplicação mais direcionada, principalmente em locais de acesso exclusivo aos pedestres, como praças e calçadas.

Os locais higienizados nesta primeira etapa de aplicação manual foram as praças de Melancias, Santa Luzia e Paquetá, bem como as calçadas de estabelecimentos cujo funcionamento é permitido pelos decretos estadual e municipal, dentre eles lotérica, farmácias, postos de gasolina, mercearias, supermercados e ainda os postos de saúde que se encontram em pleno funcionamento na quarentena.

Em outra frente, a Secretaria Municipal de Saúde vem implementando o Plano de Contingência para Enfretamento do Coronavírus, com orientações essenciais aos profissionais que atuam na Vigilância Sanitária e nas unidades básicas de saúde do município. Dentre as principais orientações está o cuidado com os idosos e portadores de doenças crônicas, pois são os grupos mais suscetíveis ao desenvolvimento de quadros respiratórios graves e resultados fatais ao se infectar com o novo Coronavírus.

A secretaria também vem monitorando alguns sussuaparenses que estiveram viajando para outras regiões do país, principalmente para o Estado de São Paulo, atual epicentro da pandemia no Brasil. Os profissionais também recomendam a essas pessoas o isolamento mínimo de 15 dias e que procurem de imediato a unidade de saúde mais próxima, quando do surgimento dos sintomas da Covid-19.